7.3.13

Amamentação - A minha mastite



O que eu tive no peito foi uma mastite aguda

Basicamente, a mastite aguda costuma ser consequência de uma infecção de natureza bacteriana, provocada por microorganismos que conseguem alcançar o interior da mama através de diferentes vias. 


O mais habitual é que os microorganismos penetrem na mama pelo mamilo, através dos orifícios dos canais galactóforos; este mecanismo de infecção é mais frequente no período de amamentação, quando os canais galactóforos estão dilatados e cheios de secreções. Também é possível que cheguem microorganismos por via linfática, a partir de lesões dérmicas localizadas no mamilo ou na aréola .


Começou com o aparecimento de uma zona mais ou menos extensa, avermelhada, dolorosa e quente. Por vezes, a infecção estende-se pelos vasos linfáticos da zona, linhas roxas visíveis por baixo da pele do seio em direcção à axila. A estas manifestações locais juntou-se a febre, acompanhada por arrepios e sensação de mal-estar.






Como já estava a antibióticos e anti-inflamatórios, o problema teria tendência a resolver-se em pouco tempo. Contudo, a bactéria foi mais forte que o antibiótico e gerou-se um abcesso mamário, ou seja, uma acumulação de pus no interior da mama, possível ponto de origem de uma mastite crónica. Quando o abcesso é muito superficial, o pus pode ser drenado através da pele, mas normalmente não chega a esvaziar-se por completo e volta a formar-se (foi o que me aconteceu). 

Enviei uma fotografia para o meu obstetra(Dr. Fernando Cirurgião) que me mandou de imediato às urgências onde fiquei internada para sofrer uma cirurgia no dia seguinte e me drenarem todo o liquido do abcesso. Fui, assim, operada no dia seguinte, e, por ter de ter tratamento de antibiótico via endovenosa, fiquei mais 5 dias internada sob observação (felizmente preocuparam-se em internar-me na maternidade do HSFX para poder ter lá o meu M.)


Descobri que a minha loca tinha cerca de 15 cm, ou seja, o liquido que tinha no meu absesso era imenso, mas a correr tudo bem fecha totalmente em segurança em duas semanas!


Agora, já voltei para casa e estou a fazer o penso no mamilo diariamente e a recuperação parece estar à vista.


Por favor meninas... qualquer sinal de mastite, procurem ajuda! Não neguem nem deixem o assunto para trás! Basicamente não substimem este tema. Eu, que já estava a antibiótico, substimei a bactéria e, mesmo começando a piorar, eu insisti... e foram das piores dores que tive na minha vida.


Até já,



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...