31.10.13

Doce ou travessura?

Esta noite é a época mais assustadora e divertida do ano!!


Aqui vão algumas sugestões de onde podem ter um fim.de.semana delicioso com as vossas crianças!


 

(texto retirado na íntegra do Escape)
  • Zombie Town na KidZania 
Uma experiência assustadoramente divertida aguarda as crianças que visitarem a KidZania entre os dias 1 e 3 de novembro. Para comemorar o Halloween, o parque preparou uma programação especial que vai transformar o espaço numa verdadeira Zombie Town! Ao longo de três dias, a “cidade das crianças” tem actividades especiais que prometem muitos sustos e gargalhadas. Os visitantes são convidados a interagir com as personagens do universo do Halloween que por estes dias vão passear pelas ruas da KidZania, numa performance da Companhia Artística que garante surpreender os mais distraídos. Escrever “Uma História de Halloween na KidZania” é a proposta da Edição de Livros e na Escola de Pintura os visitantes vão ser desafiados a fazer e expor desenhos relacionados com a data. Fazer uma maquilhagem alusiva ao Halloween vai ser possível no Salão de Beleza, enquanto na Casa de Pintura as crianças vão poder dar azo à sua criatividade e decorar o interior com stencils relacionados com a comemoração. No Tribunal o julgamento terá também como tema o Halloween, que será ainda uma das pistas na atividade de investigação criminal na Esquadra de Polícia e estará presente na decoração da Discoteca e nos adereços disponbilizados no Estúdio de Fotografia. Tudo para uma experiência de arrepiar sexta-feira, das 10h00 às 15h30 e sábado e domingo entre as 11h00 e as 19h00!
  • ‪BOO no Zoo Santo Inácio‬
Nos próximos dias 26 e 27 de outubro faça Boo no Zoo Santo Inácio e prepare-se para um fim-de-semana cheio de assustadoras e arrepiantes animações! Encontros com peludas tarântulas e aterradoras cobras e lagartos vão fazer parte das animações para toda a família! Cobras e Lagartos – uma visita ao incrível mundo dos Répteis; BOO às Suricatas! – Construção e distribuição de abóboras essencialíssimas; Menus de Halloween; O mundo das Tarântulas e Baratas ou Demonstração de Répteis são algumas das atividades previstas para celebrar a época. As surpresas não acabam por aqui! Todas as crianças que apareçam integralmente mascaradas não pagam (uma entrada de criança até aos 12 anos gratuita na compra da de um adulto).
  • Fantasminha gulotão no MAR Shopping 
Há mais utilidades para um chupa-chupa do que apenas adoçar a boca dos mais pequenos… E se servisse também para construir um fantasminha muito original para assustar os amiguinhos na noite de Halloween? No domingo que antecede o “Trick or Treat?”, os “Dominguinhos” propõem um atelier de artes plásticas em que será criado um “Fantasminha Gulotão”, utilizando um chupa-chupa e um lenço de papel. Mais uma atividade para toda a família, no dia 27 de outubro, no MAR Shopping. Os “Dominguinhos” realizam-se aos domingos, entre as 11h00 e as 12h00, e oferecem sempre atividades lúdicas e muito divertidas, e com entrada livre! 
  • Experiências fantasmagóricas no Sheraton Algarve & Pine Cliffs Resort
O Halloween está a chegar e o Sheraton Algarve & Pine Cliffs Resort preparou um dia em cheio para pequenos e graúdos com muitas atividades entre amigos e em família, já no próximo dia 28 de outubro, a partir das 14h00. Criação de máscaras, pinturas e jogos de Halloween, um Workshop de Experiências científicas e "fantasmagóricas", um Snack Temático e um jantar muito animado são propostas para o Halloween no Sheraton Algarve & Pine Cliffs Resort, que promete ser assustadoramente divertido! A tarde começa no Porto Pirata, a aldeia ao ar livre exclusiva para crianças até aos 8 anos de idade, onde os mais pequenos vão poder criar máscaras, fazer pinturas faciais e interagir em jogos de Halloween, entre as 14h00 e as 15h30. No mundo fantástico do Halloween, a ciência pode ser um bom aliado. “Pega-monstros Atómicos”, “Abóboras que encolhem”, “Poções Mágicas” e “Fumos gelados e bombas fantasma” são algumas das experiências propostas no Workshop de Experiências, a decorrer das 15h40 às 16h40, para crianças e jovens dos 3 aos 16 anos. Depois de tantas aventuras é altura de recuperar energias, e o Pine Cliffs Resort sugere um Snack Temático, com guloseimas dedicadas ao Halloween, a partir das 16h50. A fechar o dia, todas as famílias estão convidadas a vestir o seu melhor disfarce e jantar no Club House Pavillion, espaço que servirá de palco à noite mais aterradora e divertida do ano. O programa inclui cocktail de boas vindas às 18h00, jantar buffet às 19h00 e música com DJ até às 22h00. Saiba mais no site do Sheraton Algarve.


  • Dias assustadores no Oeiras Parque
O Oeiras Parque promove, no último fim-de-semana de outubro, atividades dedicadas aos mais pequeninos. Este fim-de-semana tem dois wokshops gratuitos para que os mais pequenos se divirtam a festejar o Halloween. Crianças a partir dos 15 meses podem aprender a fazer docinhos assombrados (temos “verrugas de bruxa” ou “patinhas de aranha” ambas muito saborosas) no dia 26, sábado. Já dia 27 é para decorar a máscara para a noite de  Dia das Bruxas. Das 10h30 às 13h30 e das 15h30 às 19h30 um dia diferente espera pelos mais pequenos no Oeiras Parque!
  • Monster High Experience
Pela primeira vez, Portugal acolhe uma mostra dedicada às famosas monstrinhas nesta Monster High Experience. É uma exposição horripilante, repleta de assustadoras experiências, assombrosas sensações e fantasmagóricas emoções! A decorrer no Pavilhão de Portugal, esta iniciativa propõe dançar, cantar, brincar e ainda, para as meninas mais vaidosas, ir ao cabeleireiro, fazer tatuagens, monster nails ou apreciar uma inédita coleção de bonecas. No final da exposição, as crianças podem ainda partilhar os seus desejos mais secretos para 2013 na Parede dos Desejos! A Monster High Experience está patente no Pavilhão de Portugal, em Lisboa, de quarta-feira a sexta-feira das 14h00 às 20h00 e aos sábados, domingos e feriados das 10h00 às 20h00, até dezembro. Os bilhetes custam 9 euros para adultos e 13 euros para crianças até aos 12 anos, mas há diversos pacas disponíveis: O Pack Desejos, para 3 pessoas, custa 29 euros; o paca vampiro, para quatro pessoas, fica por 35 euros e o paca monstro, para cinco pessoas, custa 42 euros. Saiba mais sobre a Monster High Experience.
  • Halloween no Museu 
Para este Halloween, o Museu de Santa Maria de Lamas, situado em Santa Maria da Feira, lança um novo desafio: os mais pequenos devem vestir-se a rigor e passar umas horas bem animadas no Museu onde esperam pelos maios pequenos uma série de acessórios aterradores, algumas travessuras, guloseimas e outras surpresas bem divertidas! Uma atividade para crianças e famílias disponível até dia 31 de outubro, das 10h00 às 12h00 e das 14h30 às 16h30, com entrada a 3 euros. Saiba mais sobre este programa no site do Museu de Santa Maria de Lamas.
  • Pequenos Cientistas em Leiria
As bruxas invadiram o laboratório e inventaram uma criatura verde que se pode transformar no que as crianças quiserem. Neste atelier gratuito, os mais novos são convidados a aprender como se faz massa de moldar que pode ser transformada em incríveis monstros! Um atelier gratuito para experimentar na Fnac do Leiria Shopping domingo, dia 27 de outubro, pelas 11h30, com participação gratuita.

  • Saco de Magusto em Torres Vedras
No dia 1 de novembro, é tradição as crianças saírem à rua, onde se juntam com outras crianças, para pedir o Pão-por-Deus. Na mão levam um saco de pano onde guardam o que recebem das várias casas que visitam. Neste ateliê, que acontece este sábado, 26, às 15h30, no Centro de Educação Ambiental de Torres Vedras, para crianças entre os 3 e os 12 anos, os participantes realizam o seu saco do Magusto.
  • Pequeno-almoço monstruoso no Hard Rock Café
Lil´Monsters Balls, assim se chama a iniciativa que convida a trazer os seus 'pequenos monstros' para um pequeno almoço arrepiante no Hard Rock Café Lisboa no sábado, 2 de novembro, entre as 9h30 e as 11h30. Saiba mais sobre este horripilante repasto no site do Hard Rock Café.

Filme para verem com os mais pequenos:


The Nightmare Before Christmas, de Tim Burton




BOOOOOOOHHHHHHHH!!!!!

30.10.13

É feito com açúcar... e amor!
















Já conhecem o  Made of Sugar

É um espaço onde a Maria - Tia Maria Pasteleira para o Manel - partilha com o mundo as suas artes.. a comida e a fotografia!

Se não conhecem vão ter um problema... se já conhecem, então já sabem no problema em que se meteram.


As coisinhas que a Maria  faz são viciantes e nhamis! Um problema, portanto... para o peso, principalmente! 


Mas em contrapartida deixam-me muito feliz. Não são só tardes que passamos na conversa entre amigos. Todo o encontro é uma experiência em que nos concentramos todos na cozinha mas desertos de irmos para a mesa experimentar as delícias que saem daquelas mãozinhas bronzeadas!


Ah... o outro problema? Fotografa tudo o que faz... e fotografa com alma, garanto-vos! Até parece que sentimos o cheirinho das coisas, sentimos a textura e saboreamos os ingredientes.


Ora vejam:


Ana’s Cake
Or the pornographic one, as my friend Ricardo decided to call him . Why Ana’s? Ana is a great friend of mine that dream with this cake. When I invite my friends to have a weekend snack with me, she dreams with it. ☺ It’s a really good cake, very tasty and smooth, but the recipe is not mine. I saw it on another blog and made some changes. It it adorable.

[[MORE]]

↓
Ingredients:
 • 180gr of sifted flour  • 350gr of sugar  • 190gr butter  • 200g dark chocolate • 140gr raspberries  • 1 package of cream cheese • 1 natural yoghurt • 5 eggs
Steps:
 I preheat the oven to 175 º. Unto and lining with parchment paper a rectangular board. Beat the softened butter with half of the sugar (175gr) until the mixture is fluffy. I mix 3 eggs, one at a time and continue beating. Next step is to melt chocolate in double boiler with 4 tablespoons of mill, and then melted together in the preparation of eggs. Then, I add the flour and wrap slowly and delicately. I reserve this cream for a while. Mix together the cream cheese and yogurt and beat with a wire rod (manually) . Add the eggs, the remaining sugar and the zest of two limes until the mixture is creamy. Lay the brownie mix in the form and then the cream cheese. With the aid of a toothpick I slightly involve the two mixtures to obtain a dyed effect. I put the raspberries on top of the dough and let in the oven for about 40/45 minutes. It is very important to let the cake cool for about 45 minutes before cutting . Otherwise will break .
—

O Bolo da Ana

Ou o bolo pornográfico, como o Ricardo decidiu chamar-lhe. Porquê o Bolo da Ana? Porque pelos vistos quando sabe que o vou fazer até sonha com ele. É um bolo mesmo muito muito muito bom mas não é da minha autoria. Vi-o noutro blog e fiz algumas alterações. Vale muito a pena.

↓
Ingredientes:
• 180gr de farinha peneirada• 350gr de açúcar• 190gr de manteiga• 200gr de chocolate negro• 140gr de framboesas • 1 pacote de queijo creme • 1 iogrute natural• 5 ovos

Como faço:
 Pré-aqueço o forno a 175º. Unto e forro com papel vegetal uma forma rectangular. Bato a manteiga amolecida com metade do açúcar (175gr) até obter um creme fofo. Misturo 3 ovos, um de cada vez, e continuo a bater. Derreto o chocolate em banho maria com 4 colheres de sopa de leite e, depois de derretido, junto no preparado dos ovos, açúcar e manteiga. Junto a farinha e envolvo devagar e de forma delicada. Reservo este creme. Junto o creme de queijo e um iogurte natural e bato com uma vara de arames (manual). Junto os ovos, o restante açúcar e raspa de duas limas até obter uma mistura cremosa. Deito a mistura do brownie na forma e por cima o creme de queijo. Com a ajuda de um palito alto envolvo ligeiramente as duas misturas de modo a obter um efeito tingido. Deito as framboesas por cima da massa. Deixo no forno durante cerca de 40/45 minutos. É muito importante deixar o bolo arrefecer durante cerca de 45 minutos antes de o cortar. De outra forma vai quebrar.

Apple and Berries simple tart
Simple, sugar free and lovely.

[[MORE]]

↓
Ingredients:
• 1 fresh pastry pack (easy to find in any supermarket) • 5 eggs • 5 tablespoons sugar • 5 tablespoons flour • 2 tablespoons butter • 1 grated apple• berries to decorate
Steps:
 Line a form of pie with pastry. Beat eggs and sugar with an electric mixer and when they make a soft cream add the butter to the mix and then the flour. Lastly put the grated apple. Lay the mixture in the form and distribute red fruits on top. Take it to preheated oven for 40 minutes at 200 ° - usually after 20 minutes I put an aluminum sheet on top to prevent burning.
—

Tarte de Maçã e Frutos vermelhos

Simples, pouco doce e bonita.

↓
Ingredientes:
• 1 pacote de massa quebrada de compra • 5 ovos • 5 colheres de açúcar • 5 colheres de farinha • 1 maçã ralada• 2 colheres de sopa de manteiga derretida • frutos vermelhos frescos para decorar

Como faço:
 Forro uma forma de tarte com a massa quebrada já pronta. Bato os ovos inteiros e o açúcar com a batedeira eléctrica e quando fizerem uma massa cremosa junto a manteiga e de seguida a farinha. Coloco por ultimo a maçã ralada. Deito a mistura na forma e distribuo os frutos vermelhos por cima. Levo ao forno previamente aquecido durante 40 minutos a 200º - normalmente passados 20 minutos ponho uma folha de aluminio por cima para não queimar.

Most loved pizza of all time
One of those days at work where everything goes right. Several series to catch up on inexistent will to be in the kitchen. It took five minutes to prepare and satisfaction after eating took houuuuuuuuuuuurs.

[[MORE]]

↓
Ingredients:
• 1 package of pizza dough• 8 slices of ham • 1 mozarella cheese  • 2 handfuls of arugula  • 200g freshly grated parmesan cheese (which makes THE difference) • 4 tablespoons of tomato fresh paste • olive oil
Steps:
 Start by turning on the oven to 220 degrees and let it heat while preparing the pizza. Grease and line a rectangular springform with parchment paper and place the pizza on top. I start by spreading fresh tomato pulp with a brush or a spoon. With my washed hands I scrap and lay mozzarella cheese on top, followed by the ham slightly curled. I spread the arugula and Parmesan cheeses freshly grated and finish with a drizzle of olive oil. Put in the oven and wait 25 minutes. When it is ready, I just lay a little more arugula and fresh grated Parmesan cheese and sit comfortably to appreciate its simplicity.
—

A pizza mais adorada de todo o sempre

Um dia de trabalho daqueles em que tudo corre bem e nos preenhce. Várias series para pôr em dia e vontade zero de mexer na cozinha. Demora cinco minutos a preparar e a satisfação depois de se comer demora horas.

↓
Ingredientes:
• 1 pacote de massa pronta para pizza• 8 fatias de presunto • 1 queijo mozzarela• duas mãos cheias de rucula • 200g de queijo parmesão ralado na hora (o que faz a diferença)• 4 colheres de sopa de polpa de tomate fresco • azeite qb

Como faço:
 Começo por ligar o forno a 220º e deixo-o aquecer enquanto preparo a pizza. Forro uma forma rectangular baixa com papel vegetal e coloco a massa para pizza por cima. Começo por espalhar a polpa de tomate fresca com um pincel ou uma colher. Desfaço com as mãos o queijo mozzarella e deito por cima, seguindo-se o presunto ligeiramente enrolado. Espalho a rucula e o queijo parmesão ralado na hora e rego com um fio de azeite. Coloco no forno e espero 25 minutos. Quando fica pronta, deito apenas um pouco de rucula fresca e mais queijo parmesão ralado e sento-me confortavelmente a apreciar a sua simplicidade

Fig and pomegranate cake
Autumn! Yes, autumn … that season no one wants because it takes away the sun, the beach and the long days. I like it … it is the beginning of those chilly end of days, first teas with 1001 flavors and that “I don’t want to leave the couch” feeling on Sunday. This and the figs, apples and pomegranates I do not ever get tired of.

[[MORE]]

↓
Ingredients:
• 250g sugar • 6 figs pulp  • 1 cup pomegranate juice  • 6 eggs  • 150g cake flour  • 100g chestnut flour • juice of one lemon
Steps:
I start by turning on the oven to 200º and let it heat while I prepare the cake. Grease and line the bottom and sides of a 20cm springform cake tin with greaseproof paper. Using an electric whisk, beat the sugar with the egg yolks, the fig pulp until creamy. After, I ad the flours, pomegranate juice and heat it slowly with a wood spoon. Using an electric whisk, I beat egg whites and finally ad the lemon juice. When the mixture is creamy and bubbling, spoon it into the prepared cake tin and bake in the preheated oven for 40 minutes or until lightly golden.
Two notes: 1) Fig pulp is just the inside figs crushed with a fork. 2) Pomegranate juice: join the buds with half glass of water and a tablespoon of sugar
—

Bolo de Figo e Romã

Outono! Sim, Outono… aquela estação que todos querem ver longe porque leva o sol, a praia e os dias compridos embora. Eu gosto quando aparece… é sinal do primeiro friozinho ao final do dia, os chás de 1001 sabores e a vontade de ficar no sofá sempre mais um bocadinho ao Domingo. Isto e os sabores dos figos, das maçãs e das romãs que não me canso nunca de comer.

↓
Ingredientes:
• 250g de açúcar• polpa de 6 figos • 1 copo de sumo de romã• 6 ovos • 150g de farinha com fermento • 100g de farinha de castanha • sumo de um limão

Como faço:
 Começo por ligar o forno a 200º e deixo-o aquecer enquanto preparo o bolo. Forro uma forma rectangular com manteiga e coloco papel vegetal por cima. Para a preparação da massa começo por bater, com a ajuda uma batedeira electrica, as gemas, os açúcar e a polpa dos figos. Quando a mistura estiver homogenea junto as farinhas, o sumo da romã e mexo cuidadosamente. Adiciono as claras batidas em castelo e por fim o sumo de limão. Quando a mistura estiver bem envolvida, basta colocar na forma forrada anteriormente e levar ao forno por 40 minutos. 
Duas notas: 1) polpa de figo não é mais do que o interior dos figos esmigalhado com um garfo. 2) faço o sumo de romã juntando aos gomos meio copo de água e uma colher de açúcar

Lemon drizzle cake
A recipe from Jamie Oliver I absolutely love. It is perfect, perfect, perfect! Click to know how to do it.

[[MORE]]

↓
Ingredients:
To the muffin:• 115g unsalted butter, softened• 115g caster sugar• 4 large eggs• 180g ground almonds• 30g poppy seed• zest and juice of 2 lemons• 125g self-raising flour, sifted
For the lemon syrup:• 100g caster sugar• 90g lemon juice
For the lemon icing:• 225g icing sugar• zest and juice of 1 lemon

Steps:
 Preheat the oven to 180ºC/350ºF/gas 4. Grease and line the bottom and sides of a 20cm springform cake tin with greaseproof paper. Using an electric whisk, beat the butter with the caster sugar until light and creamy. Add the eggs one by one, beating each in well. Fold in your ground almonds, poppy seeds, the lemon zest and juice and the sifted flour. Spoon the mix into the prepared cake tin and bake in the preheated oven for 40 minutes or until lightly golden. You can check to see if the cake is cooked by poking a cocktail stick right into the sponge. Remove it after 5 seconds and if it comes out clean the cake is cooked; if slightly sticky it needs a little longer, so put it back in the oven. Allow the cake to cool on a rack. Make your lemon syrup by heating the sugar and lemon juice in a pan until the sugar has dissolved. While your cake is still warm, make lots of little holes in the top with a cocktail stick and pour your syrup over. To make your icing, sift the icing sugar into a bowl and add the lemon zest and juice, stirring until smooth. When your cake is almost cool, put it on a serving plate and pour the icing carefully over the top. If you pour it on to the middle of the cake, then let gravity disperse the icing down the sides, you get the ‘drizzle’ effect! Give it a helping hand with a spoon if you want.
—

Bolo de Limão

Esta é a receita do Jamie Oliver que mais adoro. Não tenho muito mais a dizer a não ser que é perfeita, perfeita, perfeita em todos os sentidos.

↓
Ingredientes:
Para o bolo:• 115g manteiga sem sal, amolecida• 115g açúcar branco• 4 ovos grandes• 180g amêndoas raladas• 30g sementes de papoila• raspa e sumo de dois limões• 125g farinha com fermento, peneirada
Para o xarope de limao:• 100g açúcar• 90g sumo de limão
Para o glacê:• 225g açúcar em pó• raspa e sumo de um limão

Como faço:
 Pré-aquecer o forno a 180 º C. Unto e forro o fundo e os lados de forma de bolo com manteiga e ponho por cima o papel vegetal. Com a ajuda de uma batedeira eléctrica bato a manteiga com o açúcar em pó. Adiciono os ovos, um a um, batendo entre cada um. Junto a amêndoa ralada, as sementes de papoila, a raspa e o sumo de limão e a farinha peneirada. Coloco a mistura na forma de bolo preparada e deixo no forno pré-aquecido por 40 minutos ou até ficar levemente dourado. Deixo o bolo arrefecer sobre uma grade. Faço o xarope de limão aquecendo o açúcar e o sumo de limão numa panela até que o açúcar se dissolva. Enquanto o bolo ainda está quente, faço vários pequenos furos na parte superior com um palito e deito o xarope até acabar. Para fazer o glacê, peneiro o açúcar em pó numa tigela e adiciono as raspas de limão e o sumo, mexendo até ficar homogéneo. Depois de o bolo estar no prato de servir deito esta cobertura por cima e fico deliciada a observar como a cobertura cai ☺

A Maria "desenha" esta comida por encomenda se quiserem!


A Maria fotografa tudo se quiserem!


A Maria é a nossa Tia Pasteleira!



PS: Não me responsabilizo pelo vício que este post poderá criar aos meus leitores!

29.10.13

Bebé emociona-se com a mãe a cantar! LINDO!

Não sei qual seria a minha reação... continuar a cantar? Parar?




Quando passar o bebé para o seu quarto?

"O Lugar das Crianças é no espaço delas, no quarto e na cama delas." Pode ser, ou não, uma verdade absoluta.


Não é fácil, para nós pais, decidirmos qual a melhor altura para passarmos os nossos filhos dos bercinhos no nosso quarto para a caminha de grades no quarto deles.


Eu aproveitei o início do Verão, estava o Manel a fazer 4 meses, para fazer esse processo. Já não estava frio e ele já dormia a noite toda.




Obviamente que temos muitas coisas a ter em conta: Se o bebé ainda mama ou não, se dorme a noite toda... mas principalmente temos de nos ter em conta a nós. Muitas vezes já os nossos pequenos estão super preparados para estar no seu espacinho à noite, mas as mães e pais galinhas acham que não. Não condeno nem censuro. São escolhas!


Aqui ficam algumas dicas para os papás:


1- Para os papás mais indecisos, a partir dos seis meses já é possível deixar o bebé a dormir sozinho no seu próprio quarto. Só será preciso levantar durante a madrugada para as trocas e eventuais mamadas noturnas. É claro que deixar o bebé na cama dos pais ou no bercinho ao seu lado pode ser mais cómodo, mas  é bem mais fácil espantar a preguiça agora do que ensinar a criança - já maior - a dormir no seu próprio quarto.

2- Os pais podem revezar-se nessa tarefa, já que não é fácil levantar a meio da noite, com sono, cansada e, às vezes, com frio.

3- Se o filho já está acostumado a dormir no meio dos pais, é hora de reverter a situação. A rotina pode ser uma grande aliada, portanto imponha um horário para a criança e vá preparando a casa momentos antes: diminua as luzes, desligue a TV e aparelhos de som e feche as janelas. Assim o vosso filho vai entrando num ritmo menos acelerado, mais propício ao sono.


4- Coloque regras que possam ser cumpridas. Não adianta dizer à criança que ela precisa dormir às 21h, mas a casa continua agitada, certo?



5- Nada de deixar a luz principal do bebé acesa. Se precisar, utilize bichinhos ou tomadas iluminadas. Assim também fica mais seguro se caso a criança se levantar no meio da noite.


6-  A hora de dormir deve ser um momento prazeroso. Os pais podem contar histórias, colocar músicas suaves e conversar sobre a rotina do dia até a criança dormir, por exemplo.


7- Essa transição não pode ser traumática para o filho ou para os pais. Portanto, eles devem ficar no quarto. Nos primeiros dias, deitados com a criança até ela dormir. Depois, sentados. E, por fim, permanecer na porta para dar boa-noite. Ou seja, vão saindo de cena aos poucos, para a criança se sentir segura e eles não acharem que estão abandonando o filho. - Aqui confesso que fui radical. Não fiz isto. Mas também tem muito a ver com a idade da criança e a sua percepção.


8- Uma das dicas mais importantes: os pais precisam colocar limites e não ceder a manhas. Se ceder uma vez - por frio ou doença -, a criança aprende que os pais cedem e vai repetir a manha sempre, não importa onde e em que situação. É essencial não ceder a choros, súplicas e chantagens: ela deve ser colocada de volta na sua cama sempre que necessário. Acreditem que vai desistir.


9- Se a criança acorda no meio da noite e pede para dormir com os pais, é bom investigar as causas. Se ela está doente, deve continuar no quarto dela recebendo os cuidados necessários dos pais. Se está com medo, vale dar um passeio pelo quarto infantil, abrir armário e gavetas, olhar debaixo da cama e observar cada cantinho para mostrar que o espaço é seguro. Mas, nunca a criança deve voltar para a cama dos pais.


10- Um pedido para os pais deixarem o filho dormir entre eles, sem desculpas (medo, sentimento de abandono, doença fictícia), pode ser acatado eventualmente, mas é bom deixar claro que é por um tempo limitado e a criança vai voltar para a cama dela :)


Até já,


24.10.13

O Desporto e os resultados na Escola



Sempre foi minha intenção colocar o pequeno Manel a praticar uma actividade desportiva, assim que tiver idade para o fazer.


Sabe-se que é importante para o corpo e para a mente e que eles ficam mais atentos aos estudos.


Neste último ponto li hoje, no Ionline, que realmente o exercício físico regular potencia resultados escolares.



Podem ler o artigo aqui!


Já em 2012, uma equipa de investigadores da Faculdade de Motricidade Humana, da Universidade Técnica de Lisboa tinha chegado a essa mesma conclusão :P



A conclusão do estudo revelou que os jovens com aptidão cardio-respiratória saudável tiveram um maior somatório das classificações a Português, Matemática, Ciências e Inglês.


How cool is that?


Até já



21.10.13

8 meses dos bebés e os 8 meses do Manel

Pois é, completámos mais um mensário. 8 meses em grande estilo, cheios de felicidades e com 3 dentes!






Senta, gatinha e tenta ficar em pé


Agora que tem 8 meses, é possível que já se sente sem apoio e comece a gatinhar. Se colocar o seu filho perto de um sofá, ele provavelmente vai-se agarrar a ele com todas as suas forças para levantar. 


Essa mobilidade toda traduz-se em muitos tropeções e quedas, sendo essa uma parte inevitável da infância e, embora fique sempre com o coração na boca, tente aproveitar esta etapa em que a criança inicia as suas explorações.


Lembre-se que assim permite que ele cresça e aprenda por conta própria. Agora, é fundamental que sua casa seja um ambiente seguro para crianças. Entre outras coisas, certifique-se que objectos frágeis estejam posicionados em segurança (para que não caiam) e que móveis menos firmes fiquem em locais em que o bebé transita pouco. Retire qualquer objeto pequeno que se possa enfiar no nariz, no ouvido ou na boca. 


Uso das mãos


Começa a a procurar objectos no chão e usar o dedo para apontá-los. Ele também já consegue usar os dedos para pegar um pedaço de comida e segurá-la com a mãozinha fechada. O Manel segura no pão perfeitamente.


Grande parte dos bebés passa agora a explorar as variáveis de um objecto, chocalhando, batendo e deixar cair no chão, atirando para longe, antes de voltar ao bom e velho método de colocar qualquer coisa na boca. 


Neste estágio, as crianças gostam de ver coisas as coisas a cair, sendo apanhadas (por nós, claro) e depoisdeixam cair no chão novamente. Ele não está só a tentar provocar, por mais que pareça. Simplesmente acha esse espetáculo sensacional e vai querer vê-lo muitas e muitas vezes. 


Mais emotivo


A partir de agora, as emoções ficam mais evidentes. Já faz algumas graças e bate muitas palminhas.


Nos próximos meses,  vai aprender a avaliar e imitar seu estado de humor. Ao ver alguém a chorar, é possível que chore também. 


Longe dos pais


Nesta idade, a maioria dos bebés já mostra sinais de ansiedade de separação. Pode ficar mais tímido perto e desconhecidos, especialmente quando estiver cansado ou irritado. Nos momentos em que não estiver por perto, ele demonstra aborrecimento. 


Mesmo que seja desagradável, lembre-se que essa separação é importante. Ajuda no desenvolvimento da confiança do bebé e na formação de elos emocionais dele com outras pessoas. 


Quando sair, beije e abrace o seu filho e diga-lhe que vai voltar. Caso ele fique assustado ou comece a chorar, não tenha dúvidas em reconfortá-lo e assegurar que  volta mesmo. 


Alguns bebés lidam melhor com separações do que outros, dependendo do temperamento. Cada criança é diferente, e cada uma precisa de determinada quantidade de atenção. 

Conhece o seu filho melhor do que ninguém, portanto siga os seus instintos e não se sinta culpada por dar mais atenção se achar necessário. 

Visão mais clara


A sua visão agora é praticamente igual à de um adulto em clareza e percepção de profundidade. Embora consiga ver melhor de perto do que ao longe,  vê o suficiente para reconhecer pessoas e objetos do outro lado da sala. 

Cada bebé é diferente e atinge certos marcos de desenvolvimento físico no seu próprio ritmo. Isto são apenas referências e não evem ficar afitas se o vosso bebé não fizer ainda alguma as coisas - O Manel, por exemplo, ainda não gatinha.


Até já,

14.10.13

O LIDL atingiu a maioridade e deu-nos presentes cheios de frescura



Ainda me lembro da abertura das primeiras lojas LIDL, em Portugal. Basicamente ninguém sabia dizer bem o nome, lembram-se?


Entretanto, desde a abertura até ao dia de hoje, já passaram 18 anos. E são 18 anos que conferem a nossa confiança. 




Assinalam estes 18 anos em Portugal com uma campanha sem igual por parte da marca. Principalmente por que apostam em testemunhos de clientes, colaboradores e fornecedores nacionais ( Actualmente o LIDL já adquire mais de 50% dos seus produtos a produtores portugueses ( no caso da carne já é 100% nacional), que exprimem mensagens de agradecimento pela confiança na qualidade, na diversidade e na frescura dos produtos LIDL.


A acompanhar esta campanha estão inúmeras acções de agradecimento aos clientes da marca! Vão estando atentos à página de Facebook da marca.


E sabem o melhor? o LIDL lembrou-se da mãe do Manel de Instruções. E lembraram-se o quão importante é fazer refeições frescas e equilibradas para ter a força e energia para tratar do amor da minha vida, que por sua vez ficou radiante, como podem ver abaixo :)

Muito muito muito obrigada!








Mais histórias brevemente :)


7.10.13

Rotinas... rotinas e mais rotinas...!

Todos sabemos (ou pelo menos deveríamos ter uma ideia) de que as rotinas são fundamentais na vida dos bebés e das crianças. 


No campo do sono, uma rotina adequada pode desenvolver a existência de estabilidade no ritmo circadiano, o que permite um melhor desenvolvimento do bebé a todos os níveis – físico, intelectual e emocional. Num bebé, este campo é o melhor avaliador do ajuste da rotina (face à idade, peso e mesmo temperamento do bebé). O sono é dos primeiros campos a dar sinais de perturbação quando a rotina, ou conjunto de rotinas, não são apropriadas. Uma rotina desadequada afeta também padrões alimentares, o comportamento geral, e quando arrastadas para depois da primeira infância, pode mesmo ter um impacto negativo no temperamento da criança.


Estabelecer rotinas consistentes e adequadas permite ao bebé criar um sentimento de confiança e segurança no mundo, e uma organização cognitiva das vivências do dia-a-dia que optimiza a sua aprendizagem – ao acordar, fazer as refeições, brincar, fazer as sestas e no fim do dia tomar banho e ir para a cama todos os dias às mesmas horas, e com a mesma cadência, o bebé vai conseguir prever o que vai acontecer a seguir. Esta capacidade de antecipar ajuda-o a perceber o que esperar e a confiar que os seus cuidadores vão conseguir satisfazer as suas necessidades, o que lhe transmite um sentimento profundo de segurança.




Quando são ligeiramente mais velhos, uma rotina adequada tem também a vantagem de diminuir os conflitosna relação pais-filhos. Será natural, e até desejável, que as crianças pequenas confrontem os pais na procura de poder, que tentem fazer as coisas à sua maneira. No entanto, embora existam muitas escolhas que possam ser feitas pela criança – com que brinquedo prefere brincar, a cor do prato onde vai comer, ou que roupa lhe apetece vestir (desde que não sejam chinelos no Inverno), existem decisões que competem aos pais.

 

Apesar de ser expectável que algumas crianças a partir de certa idade achem preferível brincar a ir dormir, questões como a hora de deitar não devem ser questionadas pelas crianças, embora logicamente o tentem fazer. Existindo uma rotina ajustada, uma consistência diária, a probabilidade de existirem conflitos diminui porque a criança sabe com o que conta e percebe que “vai ser sempre assim”. A rotina dita a lei e diminui a “insistência” dos pais.
Sabemos que, através delas as crianças aprendem que as mãos se lavam antes das refeições ou que se deve pedir licença para se levantarem da mesa. 


Ajudam, ainda, a desenvolver as competências sociais. Os ambiente em que o bebé convive são observados com bastante atenção e absorvidos como se de um sumo de palhinha se tratasse. Começam, assim, desde cedo, a desenvolver as suas competências sociais. Um simples Bom Dia, ou Olá começam a ser sinais presentes no seu dia-a-dia e que o bebé entende como naturais.



A bem dizer, as rotinas ensinam comportamentos positivos e responsáveis, que promovem a saúde e a segurança das crianças.



Dica #10 da mamã - Cortar o cabelo às crianças

O Manelinho ainda é pequenino para estas lides de cabelo, mas estava a fazer algumas pesquisas online e falei com algumas amigas mamã sobre o assunto e descobri que os bebés e crianças realmente têm algum receio de corta o cabelo. 


O problema? A tesoura itself!



Basicamente a ideia é lidar com este assunto naturalmente.


Se não decidirem fazer esta tarefa em casa (nos dias que correm é muito natural que o façam), tentem que o vosso filho já vos tenha visto a fazer a mesma tarefa. Para compreender que é um  processo normal.


Chegue com antecedência para o bebé/criança ter tempo de brincar e  acostumar-se ao local antes de ver a tesoura.





Agora e a preocupação com o corte também existe, e podem sempre procurar um salão especializado em cortes infantis. Nesses estabelecimentos geralmente tudo está preparado para vos receber. Alguns têm músicas e dvd’s de personagens infantis, cadeiras coloridas, brinquedos e profissionais treinados.


Na hora da birra, mantenha a calma. Não pode estar mais nervosa do que ele. Faça deste um momento especial e aproveite. Boa sorte! 

6.10.13

5ª doença - Eritema Infeccioso

Pois é, depois de ontem ter passado o dia com alguma febre, lamúrias e recusa em comer, fomos hoje ao Hospital da Estefânia e constatámos o que já nos havia sido avisado na creche. O Manel está com um Eritema Infeccioso, vulgo 5ª Doença.



Basicamente 'apanhou' o virus na creche a nada podemos fazer, a nível de medicação, para acabar com este eritema.


Teremos, sim, de ficar 3 dias em casa (para evitar infectar outras crianças), dar muita águinha ao Manel para não desidratar e, sempre dar o Ben-U-Ron (125 sempre, ok?), meia hora antes da refeição se se mostrar recusa em comer ou em estado febril (sempre de 8h em 8h).

E claro... as doses de mimo que já se sabe :)


Por aí já se 'apanhou' esta 5ª Doença?


Agora uma análise mais profissional do Eritema Infeccioso


Sintomas, diagnóstico e tratamento


Os sintomas, que começam entre o 4.º e o 14.º dias depois da infecção, podem variar e algumas pessoas não apresentam nenhum. Uma criança com eritema infeccioso costuma ter pouca febre, só se sente ligeiramente doente e tem as bochechas vermelhas ao ponto de parecer que lhe deram uma bofetada. Ao fim de um dia ou dois aparece a erupção, sobretudo nos braços, nas pernas e no tronco, mas normalmente não nas palmas das mãos nem na planta dos pés. Não provoca comichão (prurido) e são como manchas vermelhas elevadas que formam uma espécie de filigrana, sobretudo nas áreas dos braços que não estão cobertas pela roupa, porque a erupção pode piorar se for exposta à luz solar.


A doença, em geral, dura entre 5 e 10 dias. Durante as semanas seguintes, a erupção pode reaparecer como uma reacção à luz do sol, ao exercício, ao calor, à febre ou à tensão emocional. Nos adultos, a dor leve das articulações e a inflamação podem ser permanentes ou aparecer e desaparecer durante semanas ou meses.


O médico faz o diagnóstico baseando-se na típica aparência da erupção. As análises ao sangue podem ser úteis para identificar o vírus. O tratamento tem como objectivo o alívio dos sintomas.


1.10.13

O terrível 'pano'!

Olá queridas!


É oficial e eu vou confessar... com a gravidez apareceram-me umas manchas no rosto bastante chatas... as quais tenho de esconder com base para não acharem que ando aqui com o buço por fazer :(


Estas (terríveis) manchas na pele, conhecidas também como melasma/pano, é um distúrbio pigmentar da pele caracterizada por manchas escuras na pele. O melasma é causado por vários factores, com destaque para características genéticas, alterações hormonais, tais como gravidez.


O melasma geralmente melhora no inverno e agrava no verão. Há reincidência decorrendo exposição solar.


Normalmente aparece nas mulheres, mas também pode ocorrer nos homens. Além dos factores hormonais e da exposição solar, a  tendência genética e características raciais também influenciam o surgimento do  melasma/pano. A profundidade em que se localiza o pigmento na pele determina o tipo de melasma, que pode ser epidérmico (mais superficial e que responde melhor ao tratamento), dérmico (mais profundo e de tratamento mais difícil) ou misto. Para evitar o melasma, as mulheres não devem expor-se ao sol sem protecção solar durante a gravidez ou uso de anticoncepcionais hormonais.


O pano pode desaparecer espontaneamente depois da gravidez, não exigindo, às vezes, nenhum tipo de tratamento. No entanto, o tratamento acelera o seu desaparecimento. Após a melhora, a protecção solar deve ser mantida para evitar o retorno das manchas, que ocorre com bastante frequência.

Como se trata o melasma?


Métodos inibidores da produção de melanina.


Em primeira instância, devemos ter em conta a importância da protecção em relação à radiação solar. Para o tratamento do melasma é fundamental o uso de protectores solares potentes sempre que houver exposição da pele ao sol.


Deve dar-se preferência aos que contenham filtros físicos, que bloqueiam a passagem da radiação UV, como o dióxido de titânio. Isto porque actuam na inibição da actividade dos melanócitos.


Está comprovado que a radiação solar induz a melanogenese, aumentando o número total de melanócitos, melanossomas e melanina, o que induz ao escurecimento dessa área pigmentada mais do que o normal devido a hiperatividade do melanócito local.


Outros factores que devem ser tidos em consideração são o uso de fármacos fotosensibilizantes e o uso de anticoncepcionais, uma vez que há associação directa entre o estrogénio e a progesterona com o melasma.


Em tratamento do melasma, podemos ainda inibir a síntese de melanina através do uso de produtos tópicos que contenham Ácido Kojico, Ácido Mandélico e Vitamina C, que são muito eficazes.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...