30.8.13

Dica #8 da mamã - Enjoos Matinais




Estive a investigar e sabiam que, tomar doses extras de vitamina B6 ajuda a aliviar o mal-estar de algumas  grávidas, no entanto, ninguém sabe exatamente como... (e eu também ainda não descobri... :D )


A vitamina B6 é encontrada numa grande variedade de alimentos, sendo que podem fazer uma dieta variada e nutritiva: banana, nozes, feijão verde, cenoura, couve-flor, batatas, carnes magras e peixes são boas fontes de vitamina B6. 
Para aliviar náuseas e vómitos, o seu obstetra pode sugerir que comece a tomar 25 mg três vezes/dia. 


Falem com o vosso seu obstetra. A quantidade de vitamina B6 em suplementos pré-natais varia.


Entretanto eu também tinha sempre bolachinhas Maria na mesa de cabeceira e, antes de me levar, comia uma. Ajudou imenso e olhem que tive enjoos até próximo das 22 semanas...


Curiosidade: As mulheres grávidas precisam apenas 1,9 mg desta vitamina (por dia) para ajudar a produzir anticorpos, as células vermelhas do sangue, e neurotransmissores e para atender às necessidades do seu bebé em desenvolvimento, sabiam?

23.8.13

Projecto Seth Solo - Faço parte e com muito orgulho!

Há dias em que as pessoas querem falar connosco... Na 4ªfeira foi o dia!


A obra é de um artista fantástico que podem conhecer aqui One by Seth Solo (façam likes muitos likes)


Aqui podem ler-me!







21.8.13

Dica #7 da mamã - Crosta Láctea

A crosta láctea é comum nos recém-nascidos, ou seja, são pequenas escamas oleosas que se acumulam, sobretudo, no couro cabeludo. Não incomodam o bebé e com alguns cuidados diários é possível devolver um aspecto saudável e limpo à cabeça do bebé.


Dica para combater a crosta láctea:


Alguns cuidados durante a higiene do couro cabeludo (e de outras zonas do corpo afectadas) é a melhor ajuda para fazer a crosta láctea desaparecer. Deve ser usado diariamente um champô suave, adequado para bebés. 


Massagem no couro cabeludo com a ponta dos dedos, mas com cuidado para não causar feridas na pele sensível – é que pode abrir-se caminho a uma infecção. Se for necessário aplique previamente um óleo – o chamado óleo de bebé ou óleo de amêndoas doces – para amolecer as crostas (eu fiz isto ao Manel e resulto bastante). Depois, com a ajuda de uma escova de cerdas suaves libertam-se as escamas, na medida do possível!


Finalmente, enxagua-se e seca-se suavemente com uma toalha. Estes cuidados devem ser repetidos diariamente. Na maior parte das situações são suficientes para evitar a acumulação das escamas oleosas e para prevenir o seu reaparecimento.


NOTA: Se a situação persistir ou se se agravar, é conveniente procurar
 aconselhamento médico, pois pode ser necessário recorrer a outras medidas.


Normalmente, a crosta láctea desaparece antes de concluído o primeiro ano de vida. Sem causar qualquer problema ao bebé: não provoca comichão nem é contagiosa.


Até já,

14.8.13

Vertbaudet » Uma marca na qual confio e parece que estão em saldos!

Desde miúda que a minha mãe compra roupa por catálogos e tenho neles a maior confiança. Eis que os catálogos físicos transformam-se em catálogos e lojas virtuais.. basicamente com meia dúzia de cliques conseguimos, a partir do nosso sofá, comprar aquele conjunto que amamos.

É bom termos marcas nas quais confiamos para vestir os nossos filhos e se conseguirmos aliar isso ao prazer de o fazer à 'distância de um clique', muito melhor.


A minha escolha tem sido a Vertbaudet. Para além de ser uma loja online super completa, pois acompanha-nos desde a gravidez até os nossos filhos terem 14 anos. Mas não é só roupa de que se fala por aqui. para os mais interessados também existem artigos de puericultura e decor infantil! Basicamente tudo aquilo em que pensamos desde o momento em que engravidamos :)

As boas notícias são: ESTÃO EM SALDOS!!!!!!!! 





Sendo assim, desafio-vos a  espreitar o espaço de saldos da Vertbaudet e conhecer a fantástica campanha de saldos de verão que a marca está a oferecer. São milhares de artigos giros e agora com preços super convidativos, que prometem fazer não só a delícia dos mais pequenos, mas também das mamãs.

 Eu já meti €€ à obra e vou dizer 2% do que adoro:


€7,00

Lote 2 calções: €10

€8,00


 

É verdade que os homens engordam na gravidez da mulher?

O estudo, da autoria da empresa Onepoll, incidiu sobre 5 mil entrevistados que comprovativamente aumentaram cinco centímetros na cintura durante a gravidez das suas mulheres. 




Parece, ainda, que 25%  afirmaram ter comprado roupa nova, porque engordaram e 19% aperceberam-se que tinham engordado depois dos amigos comentarem o facto em tom de piada.
Principais causas
Segundo o estydo, o aumento de peso parece estar relacionado com o maior consumo de alimentos, principalmente lanches e petiscos, por parte da mulher o que influencia o homem a fazer o mesmo. Aliás, 1/5 dos entrevistados afirmou ter feito refeições maiores durante a gravidez da mulher, e 41% revelaram que havia mais lanches e petiscos em casa.
25% dos homens consomem mais comida para que as parceiras grávidas se sintam melhor com o seu aumento de peso durante a gestação (que bela desculpa esta...)
"A mulher normal ganha quase 13 kg durante a gravidez, e não é totalmente incomum para ela ter desejos por comidas mais gordurosas. Elas precisam de lanches mais regulares", segundo um porta-voz da Onepoll, e este facto repercute-se numa despensa mais recheada para os homens.
O estudo revelou também que 42% dos casais entrevistados passaram a visitar mais restaurantes e bares, para tentar aproveitar o pouco tempo que teriam juntos antes do nascimento do bebé.

Porém, apenas 1/3 dos pesquisados acompanha a mulher numa dieta pós-parto.
E os vossos maridos? Aumentaram de peso durante a vossa gravidez?
Até já,

12.8.13

Sabiam que...?! #1 Ressonar na Infância

...10 a 15% das crianças ressonam? 




Este ressonar pode ter significado patológico (proveniente de uma doença) e ter algumas consequências:


  • Atraso na progressão do peso
  • Sonolência
  • Alteração no comportamento
  • Dificuldade de aprendizagem
  • Défice de Concentração


O que podemos fazer?


Se os nossos filhos ressonarem 3 ou mais noites seguidas por semana, o mais indicado é avisar o pediatra/médico de família, para que as causas sejam investigadas.


Até já,



FONTE » Associação Portuguesa do Sono

5.8.13

Laringite nos bebés



Pois que aquelas ranhocas eram, afinal, o início de uma laringite!


Ontem à noite notei o Manel com uma tosse mais seca (tosse de cão como chamamos vulgarmente) e com dificuldades em respirar. Meio alerta liguei para a saúde 24 (aconselho a ligarem sempre que tiverem dúvidas) e depois de alguns despistes, aconselharam-me a ir ao Hospital para ficar descansada. Enviaram um fax para o Hosp. Dona Estefânia e lá demos entrada!



Depois da triagem, das febres, do médico o ver e tudo e tudo, chegou-se à conclusao que o Manel tem uma laringite.


Com 2 medicamente prescritos e 2 idas à farmácia, cá estamos hoje em casa a ver se ele melhora. A tosse ainda persiste, mas acredito que ele vai melhorar rapidamente.


Vamos agora aprender um pouco!


O que é laringite?


É uma doença viral comum em crianças, caracterizada pelo surgimento súbito da tal "tosse de cão". Embora a doença não seja, em princípio grave, em crianças pequenas ela pode provocar inchaço na laringe e na traqueia, na região da garganta, obstruindo a passagem de ar pelas vias aéreas e dificultando a respiração. 


A laringite afecta principalmente crianças de 6 meses a 3 anos, mas pode ocorrer em crianças mais velhas. As épocas de maior ocorrência são o outono e o inverno. 


Quais são os sintomas?


A tosse é muito característica, e se parece mesmo com o latido de um cão, ou às vezes com o som emitido por uma foca. Surge, na maioria das vezes, a meio da noite. Na maioria dos casos, no entanto, a doença é menos grave do que parece pelo som da tosse. A criança também pode ficar rouca e ter febre baixa (até agora não houve febres por aqui)

O mais comum é acordarmos de madrugada e descobrir que a suposta constipação do nosso filho é agora uma tosse horrenda. É bem provável que seu filho esteja acordado, sentado, assustado com a tosse. O choro da criança piora a situação, por isso o melhor é tentar acalmá-la e ajudá-la o mais rápido possível. 
O consolo é que a laringite costuma ser pior nas duas ou três primeiras noites, e normalmente vai embora sozinha depois de uma semana. 


Como se trata a laringite?


Como a laringite é causada por vírus, não adianta dar antibiótico. Mas dá para aliviar bem os sintomas com soluções caseiras: 


  • Abram a porta do frigorifico durante 15 a 20 minutos e deixem que o frio entre pelas vias respiratórias dos vossos filhos, ajudando a melhorar a circulação respiratória e a desinflamar a laringe (aprendi ontem no hospital), ou abram uma janela de casa e fiquem à janela com a criança.
 • Experimentem fazer um género de uma sauna na vossa casa-de-banho. Ligue água quente com a criança e fique lá pelo menos 15 minutos, tentando acalmá-la. Tente ler uma história ou cantar para ela. O vapor vai ajudar a amenizar a tosse e talvez ela consiga dormir novamente (se a criança tiver febre, esta não é uma boa opção).


• O uso de um vaporizador (siga as orientações do pediatra para a limpeza do aparelho) ou a inalação com soro fisiológico também podem ajudar (eu tenho feito desde sempre)


• Dê bastantes líquidos para seu filho. 


Não dê xaropes, pois esse tipo de remédio não alivia a tosse causada por laringite. 


Até já,

2.8.13

Congestionamento Nasal nos bebés e crianças

Pois que o Manel está um bocado tapadinho do nariz e ainda não consegui perceber se é momentâneo, se está constipadinho.

Passou a noite toda agitado, fui-lhe dando aguinha enquanto dormia, pois respirava pela boca e ficava muito seco. Acordou bem disposto, valha-me isso.


Utilizei o soro e o narhinel de manhã e assistimos aos choradinhos do costume... mas quem é que gosta de ter um tubo no nariz e alguém a fazer aspiração?


Entretanto espero que ele melhore significativamente :)



Normalmente as pessoas pensam que um nariz fica congestionado (entupido) devido a excesso de muco espesso. Mas na maioria dos casos, o nariz fica congestionado quando o revestimento dos tecidos fica inchado. O inchaço deve-se a vasos sanguíneos inflamados.


Os recém-nascidos devem respirar pelo nariz. A congestão nasal nos primeiros meses de vida de um bebé pode interferir na amamentação e, em casos raros, causar problemas graves de respiração. A congestão nasal em crianças maiores e adolescentes normalmente causa apenas um incómodo, mas pode causar outras dificuldades.


A congestão nasal pode interferir nos ouvidos, audição e desenvolvimento da fala. Congestão significativa pode, ainda, interferir no sono.


Atenção que, quando o entupimento nasal é de apenas um lado, a criança pode ter inserido algo no nariz.


Cuidados em casa


Bebés e crianças pequenas que são pequenas demais para assoar o nariz sozinhas:

  • Compre soro em gotas para o nariz (solução salina) ou faça seu próprio soro ao misturar 1/4 de colher de chá de sal em 1/2 copo de água morna (fazer diariamente).
  • Deite a criança, colocando uma toalha enrolada sob os ombros dela. Pingue 2 ou 3 gotas de soro dentro de cada narina. Espere 30 a 60 segundos.
  • Vire a criança de bruços para ajudar o muco a drenar. Tente limpar a secreção fora da narina com um lenço ou cotonete. Enrole o lenço ou cotonete e tire a secreção do nariz. Não insira o cotonete nas narinas da criança.
  • É possível usar um aspirador nasal (eu utilizo o narhinel como disse lá em cima) para bebés para ajudar a remover o muco. Remova o ar do aspirador e, depois, coloque suavemente a ponta dentro do nariz. Deixe o ar voltar para o sugador, retirando o muco do nariz com ele. 
Outras dicas para ajudar bebés e crianças pequenas incluem:
  • Levantar a cabeceira da cama do seu filho. Coloque um travesseiro sob a parte do colchão onde fica a cabeça. Também pode colocar livros ou tábuas sob as pernas da cama.
  • Estimule seu filho a beber bastantes líquidos.
  • Pode tentar um nebulizador, mas evite colocar humidade demais no quarto. 
  • Pode, ainda, ligar o chuveiro para encher o banheiro de vapor e levar a criança para lá antes de dormir.
  • Sprays nasais e remédios para tosse e constipações não são recomendados para crianças de menos de 2 anos. 

Até já,




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...