18.12.12

Acompanhamento SNS antes e durante a Gravidez

Quando queremos engravidar ou quando já estamos grávidas, algumas das dúvidas que passam pela cabeça dos futuros papás é sobre quem acompanha a nossa gestação.


Temos duas opções de acompanhamento como cidadãos portugueses:

  • Serviços Nacional de Saúde (que vamos falar neste post)
  • Serviço Privado de Saúde (falaremos noutro post)

Serviços Nacional de Saúde (info retirada da Direcção-Geral da Saúde)

Para os pais que estão a tentar engravidar existem as consultas de Planeamento Familiar


O que é uma Consulta de Planeamento Familiar?
É uma consulta que se destina a apoiar e informar os indivíduos ou casais, para que estes possam planear uma gravidez no momento mais apropriado, proporcionando-lhes a possibilidade de viverem a sua sexualidade de forma saudável e segura.
Nesta consulta é feita a avaliação do estado de saúde da mulher ou do casal, avaliando-se, se necessário, a eventual existência de riscos ou doenças para a mãe ou para o futuro bebé.
Esta é a consulta que deve procurar, se pretende evitar uma gravidez ou se, pelo contrário, sofre de infertilidade e pretende engravidar.
No âmbito desta consulta, dá-se informação sobre os métodos de contracepção, sendo fornecido gratuitamente o contraceptivo escolhido. Faz-se ainda aconselhamento sexual, bem como rastreio do cancro ginecológico e das doenças de transmissão sexual.
A consulta é gratuita. Existe nos Centros de Saúde e em alguns Hospitais e Maternidades

Como posso conhecer e controlar os riscos antes de engravidar?
Para a gravidez decorrer sem problemas e o bebé nascer saudável, ajuda muito que a mãe e o pai estejam bem de saúde antes de a gravidez começar.
O feto é mais sensível a danos entre os 17 e os 56 dias depois da fecundação (primeiras semanas da gravidez). Controlar os riscos antes de engravidar pode garantir a segurança do bebé durante este importante período de tempo.
Se está a utilizar um método para não engravidar, e quiser suspender, não o interrompa antes de falar com o seu médico.
A gravidez acima dos 35 anos pode trazer mais riscos para a mulher e para o bebé.
A partir desta idade, poderá, se o desejar, ter acesso a testes de diagnóstico pré-natal, que se realizam nas Maternidades e Serviços de Obstetrícia dos Hospitais.
Antes de engravidar, consultem o vosso médico de família

Na Gravidez e Parto, a consulta de Saúde Materna é a mais indicada

O que é?
É uma consulta de acompanhamento da gravidez e de preparação para o parto.
Nesta consulta, são feitos exames clínicos e laboratoriais regulares, que permitem avaliar o estado de saúde da mãe e do bebé, ao longo da gravidez. É também dada indicação relativamente a regras de alimentação saudável, de preparação para o aleitamento materno, bem como de hábitos a evitar.
A primeira consulta deve ser feita no seu Centro de Saúde, logo que pense estar grávida. Uma vez efectuada a primeira consulta, deve seguir as indicações quanto às consultas seguintes.
Ser-lhe-á fornecido um pequeno livro - Boletim de Saúde da Grávida - para registo da informação sobre a sua gravidez, que deve trazer sempre consigo.
Este Boletim pode também ser fornecido pelos Hospitais e Consultórios Privados.
Existem, ainda, consultas de diagnóstico pré-natal para as grávidas com mais de 35 anos ou com problemas genéticos (veja também a resposta à pergunta 4.2).

Leve o Boletim de Saúde da Grávida quando for às consultas e quando for internada para o parto. Ele contém informação muito útil, referente à sua saúde e à do bebé.
O que é necessário para ter o parto num hospital do SNS?
Basta ir ao Serviço de Urgência do Hospital ou à Maternidade da sua área de residência, para ser atendida.
Nas grandes cidades - Lisboa, Porto e Coimbra - cada Maternidade atende apenas pessoas de uma determinada área geográfica. Convém, por isso, perguntar no seu Centro de Saúde qual é o Hospital ou Maternidade que dá atendimento à área onde reside.

Tenho direito ao transporte para a Maternidade?
A grávida tem direito ao transporte gratuito de ambulância para o Hospital ou Maternidade, quando apareçam os sinais de início de trabalho de parto.
A grávida pode ser acompanhada durante o parto?
A grávida, se o desejar, poderá ser acompanhada durante o trabalho de parto pelo futuro pai ou, em sua substituição, por um familiar.
O direito de acompanhamento pode ser exercido de dia ou de noite, sem o pagamento de qualquer taxa.
Excepcionalmente, este acompanhamento pode não ser possível, nos casos em que a situação clínica da grávida o desaconselhe, ou sempre que as instalações ou o funcionamento dos serviços impeçam o direito à privacidade das outras parturientes.

As consultas e o internamento para o parto são gratuitos?
O parto hospitalar, bem como qualquer internamento por motivo de gravidez, num Hospital ou Maternidade do SNS, é gratuito. São também gratuitas todas as consultas e exames médicos efectuados durante a gravidez e nos 60 dias após o parto.

Ajudou?

Até já
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...